10.1.13

Filmes da vida #9







O filme conta a história de um homem negro que, como tantos outros, sofreu toda a sua vida de racismo. Desde criança que foi colocado em reformatórios e em adulto na prisão, o ódio que cresceu dentro de si levou-o a ser pugilista, sendo considerado uns dos melhores da época. Actos racistas levaram-no a ser acusado, injustamente, de um triplo homicídio sendo a pena a prisão perpétua. Na prisão, Rubin Hurricane Carter, recusa-se a ter os mesmos hábitos que os restantes presidiários, uma vez que é inocente, não quer vestir a mesma roupa, dorme enquanto os outros estão acordados e está acordado enquanto os outros dormem, abstrai-se de tudo o que acontece à sua volta. Durante esse tempo, escreve um livro em que conta a sua história de vida. Um jovem negro lê o livro e a vida de ambos muda. O jovem acredita na inocência de Carter e, juntamente com um grupo de jovens adultos, todos tentam encontrar provas que demonstrem a sua inocência. Hurricane é uma história verídica, o protagonista Denzel Washington, desempenha o papel (como sempre!) na perfeição.

Vi este filme ontem e entrou, imediatamente, para a lista dos filmes da minha vida, adorei, é espectacular! Prendeu-me do início ao fim (comecei a ver o filme quase às 23 horas, num dia de semana, por vezes, nem episódios de 20 minutos de uma série das preferidas consigo ver!), é um filme que mexeu mesmo com os meus sentimentos. Sem dúvida que os meus filmes preferidos são aqueles que retratam injustiças sociais, filmes em que mostram o quão asqueroso pode ser um ser humano. Se possível com um final feliz, demonstrando que o lado bom consegue triunfar e que com esperança e persistência somos capazes de tudo! Gosto de filmes com grandes lições de vida e este é, sem dúvida, um desses filmes, aconselho vivamente.

See you*

7 comentários:

  1. um filme a colocar na minha lista para ver =)

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi, mas o Denzel e o Morgan Freeman são os meus actores negros favoritos

    ResponderEliminar
  3. uah, nunca vi! e não me lembro de alguém me ter falado.. mas despertou a curiosidade :)

    ResponderEliminar